Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog Restart

A Restart é um centro de formação profissional que constitui um espaço único de formação, produção e animação cultural em Lisboa.

Workshop Restart | Programação e Produção de Exposições | 30 de Novembro, 1 e 7 de Dezembro | Formadora: Cláudia Camacho

Exposições

PÚBLICO ALVO

Estudantes de artes, cultura e comunicação, artistas, produtores, agentes culturais, interessados em aprofundar o tema.

 

OBJECTIVOS
A exposição constitui o meio através do qual a arte contemporânea adquire visibilidade, ao ponto de ser hoje um elemento fundamental da nossa cultura visual. Daí que seja crescente, nos últimos anos, o interesse pelos modos de conceber e organizar exposições. Assim, neste curso  discutem-se os mais recentes desenvolvimentos do discurso crítico respeitante à prática curatorial, analisando-se ainda as metodologias subjacentes à implementação de projectos.


CONTEÚDOS

MÓDULO I
O trabalho do comissário/curador (Dia 1)
Apresentação e objectivos do curso.
O lugar do comissário/curador na gestão cultural e o seu
trabalho na organização de exposições.
Ética e código de conduta.
O comissário/curador como “ideólogo”: correntes actuais de pensamento estético nas diversas exposições.
Taxinomia expositiva e mercado da arte: bienais e novos eventos artísticos: o papel estelar dos comissários.

Organizadores ou estrelas mediáticas? Veneza, Kassel e o “Grand Tour” da arte mundial.
Os formandos serão divididos em grupos e a partir da tarde do primeiro dia o workshop terá uma vertente teórico- prática constante, visto que irão desenvolver um projecto para o espaço físico da Restart.

MÓDULO II
Como se criar um projecto exposição (Dia 2)
Apresentação da noção de conceito expositivo por parte dos formandos.
Visibilidade do Projecto (valorização cultural e económica). Elaboração de equipas profissionais: design, produção, montagem e outros profissionais. Desenvolvimento do projecto.
Os organismos de gestão cultural: conciliar interesses, convénios de colaboração.
Procedimentos. Instituições estatais, autónomas, locais. Privados e fundações. Patrocínio, “fundraising”, doacções, mecenato e outras figuras de apoio à difusão da arte contemporânea. O contacto com as entidades de gestão: como fazê-lo e como “vender” a ideia do próprio projecto.

Em que consiste o “fundraising” cultural. O seu contributo ao desenvolvimento da Indústria Cultural.

MÓDULO III

 

Como se organiza uma exposição (Dia 2)
(Os formandos trabalharão na formulação do projecto expositivo acrescentando os seguintes itens teóricos ao processo)
Construção do projecto e cronograma do mesmo, sua coordenação técnica e assegurar os recursos
técnicos para a realização do mesmo.
Viabilidade e gestão económica do mesmo: delimitação de necessidades e cálculo de custos.
Fases de procedimento na gestão dos gastos.
Contratos administrativos, expedientes.
Memórias e arquivos.
Desenho e montagem da exposição: projecto técnico da sala. Os objectos a expor. Elaboração do projecto.

MÓDULO IV
Como se divulga uma exposição (Dia 3)
Finalização das propostas expositivas
O catálogo e outras publicações nas exposições.
Os elementos de apoio à exposição. Inaugurações e conferências de imprensa. Dossiê de imprensa e difusão nos media. As novas tecnologias de informação aplicadas à difusão de exposições: elaboração de dossiês electrónicos, blogues, páginas web e outros recursos.


ADMISSÃO
Conhecimentos mínimos e sensibilidade, apetência por arte e, em particular, por Artes Visuais. Entrega de CV.


 

FORMADOR | Cláudia Camacho
Curadora. Doutoranda em História da Arte defenderá a tese de doutoramento, sob Menção Europeia, em 2014.
Comissariou as exposições:
High Speed Press Plate de José Luís Neto (CBA, Madrid);
Se Busca Memoria Perdida de Kristoffer Ardeña (Centro 14, Alicante);
Representação Portuguesa no DVD-Project (Fundação Telefónica, Peru);
Contemplaciones (Festival Loop, Barcelona);
For Nothing de Pedro Torres (Round The Corner, Lisboa).
Coordenadora de actividades no PhotoEspaña|07.
Curadora residente convidada pela Academy of Fine Arts and Design para o European Month of Photography/09, em Bratislava.
Curadora portuguesa convidada para projecto Jugada a 3 Bandas, Camera Oscura, Madrid|12 e Arte Santander|12, com a exposição Histórias e
Desejos de quem Dorme (Ana Rito, Cecilia de Val, Margarida Paiva e Johann Ryno de Wet).
Curadora portuguesa convidada para o "Ideological Guide to the Venice Biennial 2013", Itália.
Organizou o Ciclo de Debates da ARTELISBOA 2011 e o Ciclo de Debates sobre Arte Contemporânea do Festival IN - Inovação e Criatividade.
Em Dezembro, assume a curadoria do espaço Embaixada - Palacete Ribeiro da Cunha, em Lisboa.
Directora da AntiFrame – Art Consulting.

 

 

HORÁRIO | 10h-13h e 14h-19h

HORAS | 24h

VAGAS | 16 Participantes (mínimo 10)



PREÇO
Inscrição - 50€
Geral + 170 €

DESCONTOS
| 20% alunos/ex-alunos de cursos anuais restart
| 15% dois workshops: desconto no 2º workshop
| 15% parcerias como FNAC, CGD, Cartão Lisboa
Viva, entre outros (consultar em www.restart.pt)

Descontos não acumuláveis e aplicáveis apenas ao valor “Geral”
Pagamento integral até à primeira semana antes do início.


+ INFORMAÇÕES | http://www.restart.pt/programacao_exposicoes/